Claro inicia serviço de 4G em cidades da Copa das Confederações

Aparelhos Nokia, Motorola e Sony 4G (Foto: Lilian Quaino/G1)

Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza e Salvador, cidades que sediarão os jogos da Copa das Confederações, já têm funcionando a partir de desta terça-feira (16) os serviço da tecnologia 4G Max da Claro, segundo a empresa. A companhia anunciou que o investimento na instalação da rede nesta cidades chegou a R$ 510 milhões. Até 2014, na Copa do Mundo, a expectativa da empresa é investir  R$ 6,2 bilhões em sua tecnologa 4G para ampliar a cobertura.

No Rio, são atendidos pelo 4G da Claro 65 bairros, que recebem o sinal por meio de 166 antenas, atendendo a 50% da população da área urbana. As antenas atendem aos serviços Gs, 3G, 3G Max e 4G. No Estado do Rio, as cidades de Búzios e Paraty já contavam com o serviço. Além dessas, a Claro atende em 4G  as cidades de Recife, Curitiba, Porto Alegre e Campos do Jordão. Ao todo, segundo a empresa, já são cinco mil clientes da 4G. Além da capital do Paraná, a Claro oferece o serviço de acesso móvel pela tecnologia 4G em Porto Alegre (RS), Recife (PE), Paraty (RJ), Campos do Jordão (SP) e Búzios (RJ). “A Claro batizou seu 4G de Max por usar a frequencia de 40Mhz, o dobro das demais disponíveis.

As operadoras Oi, TIM e Vivo informaram que trabalham para iniciar oferta do acesso 4G nas cidades-sede da Copa das Confederações até o prazo estabelecido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em 30 de abril.

A Oi informou que anunciará na semana que vem sua estratégia de atuação para o 4G. “As antenas necessárias para a cobertura inicial exigida pelo edital do 4G estão em fase final de instalação pela Oi nas seis cidades-sede da Copa das Confederações (Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador)”, disse a empresa, acrescentando que divulgará, em breve, qual será a mancha de cobertura inicial de sua rede 4G nesses municípios.

A Claro já tem nove aparelhos habilitados para a rede, entre as fabricantes Nokia, Samsumg, LG, Motorola e Sony.

“O acionista quer largar na frente na tecnologia 4G e queremos ser líderes nesse segmento”, disse Gabriela Derenne, diretora regional da Claro para o Rio de Janero e Espírito Santo.

O cronograma da Anatel para a Claro, segundo Gabriela, é até fim de 2013 fornecer o 4G para Cuiabá, Manaus, Natal, e São Paulo. Até 31 de maio de 2014, deverão receber a tecnologia capitais com mais de 500 mil habitantes. Cidades com mais de 200 mil habitantes deverão ser habilitadas até até 31 de dezembro de 2015. Um ano depois, o 4G da Claro deve chegar a cidades com mais de 100 mil habitantes. Para dezembro de 2017, cidades com mais de 30 mil habitantes serão atendidas.

Gabriela Derenne, diretora regional da claro para rio e es (Foto: Lilian Quaino/G1)
Gabriela Derenne, diretora regional da Claro para o Rio de Janeiro e Espírito Santo (Foto: Lilian Quaino/G1)
Fonte: G1

Comments are Closed