Segurança

now browsing by tag

 
 

Senhas do Chrome são desprotegidas para “promover a segurança”

Senhas do Chrome são desprotegidas para

 

Caso alguém tenha interesses escusos e resolva obter a sua senha no Google Chrome, fique sabendo que isso é incrivelmente fácil. Conforme apontou o web designer Elliot Kember em crítica postada em seu blog, basta acessar as configurações do navegador, entrar em “senhas” e pedir para “mostrar”. Simples assim.

Entretanto, o mais curioso foi a resposta da Google ao post. De acordo com a empresa, a opção de mostrar as senhas — sem qualquer tipo de impedimento — foi escolhida para que os usuários não tenham “uma falsa sensação de segurança”, disse o chefe da Chrome Security, Justin Schuh, em entrevista ao site YCombinator.

De acordo com Schuh, caso um usuário mal-intencionado acesse fisicamente um computador, “o jogo já foi perdido”. Em outras palavras, há inúmeras possibilidades de roubar todo tipo de informações e senhas quando se tem acesso direto… E ocultar senhas no Chrome levaria, portanto, à tal impressão errônea de proteção.

Tim Berner’s Lee também torceu o nariz

Senhas do Chrome são desprotegidas para

Fonte da imagem: Reprodução/Twitter (Tim Berners-Lee)

Schuh afirma que a Google “gastou muitos anos” avaliando suas medidas de segurança — e as opções atuais, afinal, foram as escolhidas. Entretanto, a curiosa resposta da empresa não parece ter sido suficiente para convencer. Entre os que se manifestaram desfavoravelmente, consta até mesmo o célebre Tim Berner’s Lee, o inventor da World Wide Web, que, em seu Twitter, se disse “desapontado com a resposta da equipe do Chrome”.

Ademais, resta a dúvida: se a decisão de evitar impressões de segurança equivocadas foi mesmo a melhor entre as opções consideradas pela Google, por que não há nem sequer um único aviso ao usuário — explicando que suas senhas estão imediatamente acessíveis a qualquer um que sentar em frente ao computador? Além disso, convenhamos, nem todo mundo que utiliza a sua máquina é um invasor em potencial.

Fonte: YCombinator

Saiba comprar com segurança na Internet e aproveite o dia do consumidor

Neste dia 15 de março é comemorado o Dia do Consumidor e o que não faltam são ofertas para atrair o internauta para lojas virtuais recheadas de ofertas e promoções. Pensando nisso, o TechTudo separou algumas dicas para o consumidor realizar compras com segurança pela Internet e não cair em armadilhas. Para não deixar de aproveitar a queda de preços, veja algumas dicas que podem lhe ajudar a escolher lojas confiáveis.

Veja dicas de como fazer compras seguras pela internet (Foto: Reprodução da internet)Veja dicas de como fazer compras seguras
pela Internet (Foto: Reprodução)

Onde você está comprando?

- Antes de comprar em uma loja virtual, verifique o histórico de reclamações de entrega, atendimento e meios de pagamento em sites como o “Reclame Aqui” e listas de empresas irregulares ou não aprovadas pelo PROCON do seu estado. Peça ajuda aos amigos, familiares e pesquise a reputação da empresa nas redes sociais e sites de notícias.

- Verifique também, caso a loja não seja uma varejista conhecida, se a empresa tem endereço físico no país, telefones de contato e serviço de SAC, em caso de precisar reclamar ou pedir informações. Atente para os procedimentos de devolução e garantias.

Este site é seguro?

- Certifique-se de que se trata de uma loja virtual segura. Sites de e-commerce confiáveis costumam apresentar maior segurança com o protocolo “https” no início do endereço eletrônico.

Em alguns navegadores, além do “https” no endereço, esse protocolo aparece com fundo verde ou ainda com um cadeado fechado ou uma pequena chave, sinalizando que a troca de informações (cadastro, números de cartão e/ou conta corrente) é ainda mais segura.

- Sites seguros e confiáveis tem um padrão para efetuar compras. O mais comum é o usuário fazer um cadastro com nome, endereço e e-mail e de entrega dos produtos. É pedido também, no ato da compra, o número do cartão de crédito do usuário (caso não seja pago por boleto), mas nunca é solicitada a senha do cartão. Desconfie caso precise preencher dados desnecessários. Se for preciso, entre em contato para saber o motivo.

Meu computador está seguro?

- Além de escolher uma boa loja, o consumidor deve se manter protegido na sua própria casa. Ou seja, manter o seu computador livre de vírus e programas maliciosos que podem interceptar a troca de dados com a loja. É indispensável que o antivírus esteja sempre atualizado e que sejam feitas varreduras frequentes em busca de ameaças.

- Não utilize computadores e pontos de conexões públicos (cursos, bibliotecas, lan houses…) para fazer compras virtuais. Eles podem não estar seguros o suficiente. Muito menos compras online se utilizando de redes Wi-Fi abertas, nada confiáveis, no quesito segurança.

Sem susto

- Evite surpresas desagradáveis e verifique se há despesas adicionais (fretes, taxa de importação, manuseio ou presente) e confira os prazos de entrega para a sua região.

- Verifique também a disponibilidade de unidades do produto no tamanho e na cor que deseja para não ter dores de cabeça com cancelamento ou troca de itens do seu pedido.

Seja precavido

- Por fim, desconfie de ofertas incríveis, promoções imperdíveis e valores muito abaixo do mercado, principalmente de produtos eletrônicos que costumam ser caros e desejados. Use comparadores de preço seguros como o Zoom, Buscapé, Bondfaro e outros.

- Guarde todas as informações fornecidas no ato da compra (nome do site, produtos que foram adquiridos, valor pago, número do pedido, data para entrega e serviço de SAC.

- Enquanto estiver esperando o produto, tenha cuidado com mensagens falsas que podem chegar por e-mail. Caso a loja citada seja desconhecida ou não tenha realizado nenhuma compra, a mensagem com a cobrança ou a solicitação de mais informações pode se tratar de uma fraude. Visite o site oficial ou telefone para a loja para tirar a dúvida.

- Em casos de sites de leilão ou venda e troca entre pessoas físicas, dê preferência por usar serviços como o Paypal, PagSeguro, entre outros, que só liberam o pagamento depois de receber o produto comprado.

Fonte: TechTudo